FERNANDO BEZERRA COELHO (MDB/PE), LÍDER DE BOLSONARO NO SENADO É ‘REAL DONO’ DA CONCESSIONÁRIA BARI AUTOMÓVEIS QUE RECEBEU PROPINA, DIZ PF.
Quinta-Feira, 30 de Janeiro de 2020

A Polícia Federal afirma que o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB/PE), líder do governo Jair Bolsonaro, é o dono de uma concessionária da Jeep apontada por delatores como destinatária de propinas ao parlamentar. Segundo as investigações, o congressista teria atuado pela concessão de benefícios fiscais à marca até 2025 no Nordeste.

Bezerra Coelho foi alvo de buscas e apreensões no dia 19 de setembro, durante a Operação Desintegração, que mira supostas propinas de R$ 5,5 milhões de empreiteiras à época em que ele foi ministro da Integração (2011-2013). Os relatos foram publicados no blog do Fausto Macedo.

A família do senador também teria recebido propina através da empresa Bari Automóveis, que está em nome do primo dele, Lauro José Viana Coelho. Segundo o delator João Carlos Lyra Pessoa Mello Filho, os pagamentos para Bezerra eram destinados à concessionária. No total, a revendedora de veículos teria recebido R$ 322 mil.

A PF relata que “num HD operado por Maria Adyleane, secretária do Senador Fernando Bezerra, foram encontrados arquivos referentes ao controle de vendas da Bari Automóveis (JEEP PETROLINA)”. “No mesmo relatório de análise, há uma série de arquivos que demonstram que Maria Adyleane controlava a agenda do Senador Fernando Bezerra, nas quais é possível confirmar diversas reuniões efetuadas pelo parlamentar, ora investigado, na sede da empresa Bari Automóveis (JEEP PETROLINA)”.