O prefeito de Casa Nova, Wilker Torres deve deixar o PSB na Bahia. Segundo publicação do site Bahia Notícias, o prefeito tem demonstrado insatisfação com a força do partido junto ao governador Rui Costa. Nos bastidores, o que se diz é que Wilker Torres acredita que a legenda presidida na Bahia por Lídice da Mata não tem presença com o petista.
Ainda de acordo com publicação, o prefeito eleito com 22 mil votos – o equivalente a 54% dos votos – e irmão do deputado estadual Tum (PSC), considera que entre outros pleitos perdidos, o PSB ainda não emplacou Lídice da Mata na chapa majoritária do governador para o Senado, a candidatura de Alex Lima (PSB) para a presidência da Assembleia Legislativa (AL-BA), cargos regionais e Rodrigo Hita no comando do Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem). O ex-secretário aguarda uma nomeação do governador. No primeiro escalão, o PSB teria a indicação de João Carlos Oliveira da Silva (Secretaria do Meio Ambiente).

Apesar da saída estar com favas contadas, o prefeito não deseja deixar a base do governador Rui Costa e deve tentar articular sua entrada no PSD, no PP ou ainda no PT. O prefeito anda satisfeito com o petista, que tem atendido muitas de suas solicitações, como por exemplo asfaltamento de estradas no município, construção de escolas, dentre outras.