Tomate e feijão contribuem para redução do preço da cesta básica

Em boletim mensal divulgado pelo Colegiado do curso de Economia da FACAPE, as pesquisas constatam que o custo da Cesta Básica apresentou, na comparação do mês de julho de 2019 com junho, uma diminuição do índice de preços ao consumidor, com uma deflação de -7,08% na análise feita por estudantes do curso.

O tomate fechou o mês com uma redução significativa nos preços devido fatores climáticos, é o que revela o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), e o feijão carioca também apresentou forte diminuição de preço em razão de uma demanda baixa de consumo e uma grande oferta do produto no mercado.

As cotações dos produtos também destacam que a carne é o item com mais variação de preço entre os demais componentes da cesta básica, estipulada entre R$17,98 e R$25,75. O informativo ainda revela que o trabalhador da cidade de Petrolina, que recebe um salário mínimo fixado em R$ 998,00, gastou, no mês de julho, 33% de sua renda com a compra de produtos da cesta básica.

Segundo dados nacionais divulgados pelo DIEESE, a redução de custos dos elementos da cesta básica ocorreu em diversas capitais do país.

ASCOM Facape