Em Casa Nova ameaças à estudantes suspendem aulas e vereador cobra segurança
O Vereador Uilian Pereira (PMDB) ocupou a tribuna na noite desta terça-feira (28/05) para falar das ameaças feitas contra estudantes casanovenses: “Desde ontem à noite e hoje pela manhã fomos bombardeados pelas redes sociais com suposto atentado nas escolas municipais de Casa Nova, em especial a Escola Julia Borges e Odete Viana”.
Lembrando que pode ser apenas “Fake News” ou brincadeiras sem graça, mas que nem por isso pode se descuidar da segurança, destacando a atuação do prefeito, que percorreu escolas, esteve pessoalmente na Delegacia e no Batalhão, solicitando reforço na segurança, o vereador pediu à Câmara e a seus pares que se envolvam, que se coloquem à disposição para os alunos e professores se sintam amparados e protegidos.
“É preciso que a gente pense uma forma efetiva (de melhoria na segurança), porque isso vem sendo costumeiro em outras cidades. Recentemente em Suzano em São Paulo houve aquela tragédia, em Petrolina houve ameaças e ontem foi em Casa Nova. Para o professor, que já sofre na luta diária do dia a dia, ainda mais traumatizante ele ter de ir para a escola assombrado e com medo” – disse ele lembrando que “tivemos as aulas suspensas no dia de hoje por conta do medo que tomou a comunidade”
Entenda o caso
Desde ontem (27/05), cedo, circula nas redes sociais de Casa Nova, cópias de postagens em Facebook e WhatsApp ameaçando “vamos mata todos até NN sobra nem hum”, “tá na hora da vingança né velhos amigos que hj são meus inimigos”.
O medo tomou conta da comunidade estudantil na noite desta segunda assim que as postagens se espalharam e levou a suspensão das aulas nas duas escolas, a Julia Borges citada em uma das postagens e na Odete Viana, onde supostamente o autor das postagens, identificado e detido pela polícia, teria sido aluno.
O prefeito Wilker, acompanhado da Secretaria de Educação, percorreu as unidades escolares da sede, tranquilizando, esteve na delegacia e no batalhão da Polícia Militar, solicitando informações do andamento das investigações e solicitando reforço na segurança.