O site e guia da cidade

Casa Nova: Prefeitura reforça ações contra a PSC

0

- Anúncios -

Casa Nova: Prefeitura reforça ações contra a PSC
O Secretário de Agricultura de Casa Nova, Pedro dos Santos Costa (O vereador licenciado Pedrinho da Vanda – PMDB) está convidando produtores rurais que se dedicam à criação de suínos para participar de uma palestra sobre a situação de Alerta Sanitário para Peste Suína Clássica nos Municípios de Divisa com os Estados de Pernambuco e Piauí, que será realizada no dia 10 de maio na próxima sexta-feira, às 9:00 na sede da Colônia dos Pescadores.
A palestra é promovida pela ADAB – Agência de Defesa Agropecuária da Bahia, que vem acompanhando com preocupação a incidência da PSC.
O Secretário Pedrinho da Vanda, ao reforçar o convite aos produtores, esclarece que a PSC não tem risco de contaminação para humanos, mas “causa enormes prejuízos econômicos e cria barreiras sanitárias para o município, prejudicando a comercialização fora dos limites municipais.
“Já discutimos esta questão anteriormente em reuniões nas comunidades e agora partimos para conscientizar e mobilizar a todos os produtores do município. Casa Nova é um grande produtor de proteína animal, com o maior rebanho de caprinos e ovinos do Brasil, tem uma produção excelente de suínos, que abastecem o mercado regional e não podemos correr o risco de barreiras que dificultem a comercialização de nossa produção pecuária”.
“Queremos todos lá. Casa Nova é zona livre da PSC, porém Pernambuco e Piauí, ainda são consideradas zonas de risco. Temos limites com estes estados, temos barreiras montadas na divisa, mas de nada adianta se o nosso produtor não se conscientizar e se mobilizar” – finaliza reforçando o convite à participação.
O que é a PSC
A Peste suína clássica (PSC), também conhecida como febre suína ou cólera dos porcos, é uma doença altamente contagiosa e frequentemente fatal dos suínos
Atualmente, algumas das áreas ou países mais importantes na produção de suínos são livres de PSC, mas apesar dos esforços para sua erradicação, a doença permanece endêmica ou recorrente em outras áreas.
PSC faz parte da lista A da OIE, o que significa que a doença é de notificação compulsória. Sob o ponto de vista econômico, esta é uma das doenças mais importantes, senão a mais importante dos suínos domésticos.
São reconhecidas as formas aguda e crônica da PSC. A manifestação clínica depende da idade do animal e da virulência da cepa viral envolvida. A taxa de mortalidade pode atingir 90% em animais jovens, enquanto que em suínos mais velhos a doença pode ter manifestação discreta ou mesmo ser subclínica.
Os sinais clínicos iniciais incluem depressão e febre alta (41oC/106oF), associados com leucopenia severa (a contagem total de leucócitos pode estar abaixo de 4.000/mm3). Vacinação
A maioria das vacinas atenuadas baseia-se na amostra chinesa do vírus da PSC. Estas vacinas são atualmente utilizadas no mundo todo. A vacina induz altos títulos de anticorpos neutralizantes e é segura para o uso em animais gestantes. A principal restrição à vacinação com vacinas atenuadas, como a amostra chinesa, é que não é possível a distinção entre anticorpos vacinais e aqueles induzidos por infecção natural.
Leia mais sobre esse assunto em: 
ASCOM PMCN

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar Aceito Leia Mais

Política de privacidade e cookies