Casa Nova: Estudantes dão exemplo de solidariedade

A iniciativa dos estudantes do Centro Educacional Antônio Honorato, integrantes do Projeto Bloco Ecológico, que ao realizar uma pesquisa de campo, se depararam com a situação delicada de Dona Anjinha, resultou em uma moradia novinha para a viúva que mora na Vila Papelão, atrás do cemitério.

A casa dela se resumia a uma cobertura de palha de coco, uma cama e esgoto passando ao lado. Os estudantes Amanda, Leidevania, Luis Gustavo, Eduardo, Danilo, Emanuela, Patrícia e Henrique resolveram mudar essa situação.

De imediato a professora orientadora do grupo, Andrea Passos, adotou a idéia e foram a campo. A sensibilidade da comunidade, o empenho da professora e dos alunos transformou a iniciativa em realidade e hoje a casa está quase construída com uma sala, cozinha, banheiro, quarto , lavanderia e varanda.

Dia 02 de dezembro foi realizado o primeiro grande mutirão e hoje (19/12) o mutirão de entelhamento. Dona Anjinha terá sua casa nova antes do final do ano.

O que é o Projeto Bloco Ecológico

A idéia é substituir a taipa por fibra de coco, fazendo blocos, bem mais baratos e resistentes. Os alunos do Projeto imaginam poder oferecer essa alternativa, de forma economicamente viável, para substituição gradativa de todas as casas de taipa que ainda existem no município.

“Saiamos da sala de aula e estamos presentes na comunidade, oferecendo soluções e o mais importante, conclamando a comunidade à participação coletiva, em forma de mutirão, fortalecendo os laços comunitários, construindo em conjunto e para o bem dos mais necessitados” – Registra Andrea Passos, extremamente satisfeita com o resultado da ação.

Suzana Márcia Souza dos Santos, Coordenadora da Secretaria de Educação é outra entusiasta da iniciativa: “Nossa secretária apoiou a idéia, os professores do Centro Educacional Antônio Honorato apoiaram e estamos oferecendo uma perspectiva de vida melhor a Dona Anjinha. Queremos que este exemplo se multiplique”.