PORTAL CASA NOVA - LOGIN
LOGIN PCN

MOVIMENTO SOS BR-324: NÃO SAIREMOS, ESTAMOS APENAS COMEÇANDO!

0

Completando 48 horas de bloqueio na divisa da Bahia com o Piauí, o Movimento Popular SOS BR324 se fortalece e reafirma a resolução de liberar a passagem apenas diante de uma resposta convincente do Governo da Bahia.

Com sol escaldante, poeira, vários desconfortos e o desafio de resistir ao tempo, o grupo de manifestantes, ao invés de desanimar se fortalece com a chegada constante de novos apoios e a repercussão crescente do protesto. São muitas as doações de alimentos, água e estrutura para que o grupo resista, e durante todo o dia chegam pessoas no acampamento com palavras de apoio e incentivo. O acampamento tem disposição e mantimentos para muito tempo de resistência.  A repercussão nas redes sociais é a melhor possível, e a imprensa aos poucos começa a olhar para aquele rincão esquecido da Bahia.

A classe política da região, nos estados da Bahia e Piauí  também tem sido unânime em apoiar o movimento, e independente de partido ou orientação política, todos têm se empenhado em favor de pressionar os colegas deputados, senadores e o governo estadual baiano em busca de uma resposta aceitável. Em Remanso, os vereadores votaram uma moção de apoio ao bloqueio e também já visitaram o local do acampamento para deixar claro que estão ao lado do povo.

A BR 324 foi esquecida pelos sucessivos governos há quase 20 anos, e sem receber nenhuma manutenção encontra-se destruída e destrutiva para todos que nela circulam. O grupo alerta para o fato de que a ação de interdição é apenas uma das primeiras etapas para a batalha que pode ser longa até a resposta do Governo da Bahia. Diante do menosprezo às inúmeras tentativas de diálogo, e à pífia proposta de fazer a patrolagem da estrada, que não duraria três meses, já são discutidas várias estratégias de manifestações, interdições, atos públicos e pressão política em locais de maior visibilidade e mesmo na capital baiana, até que o Governo se posicione de modo mais consistente.  O bloqueio em definitivo da BR 324 também é uma possibilidade posta em discussão.

O Movimento tem conhecimento da histórica alegação governamental da limitação orçamentária, mas também é indiscutível que esta obra relativamente pequena nunca se concretizou por não ser prioridade dos sucessivos Governos da Bahia. O movimento tem assessoria de especialistas no assunto e possui propostas tecnicamente plausíveis para que se realize a obra, bastando que o Governador se digne em dialogar com o seu povo. Ser prioridade é ser cidadão e neste momento representa tudo para toda a região.

Espera-se que diante da iminência do processo eleitoral do ano que vem, a classe política que decide em Salvador os destinos do Estado possa se constranger diante da linguagem que compreendem, o desprezo dos eleitores com milhares de votos em risco. Enquanto isso, o povo acampado com punho em riste impede a passagem, desafia os governantes a assumirem sua responsabilidade e reafirma: Não sairemos!

Movimento SOS BR 324

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar Aceito Leia Mais

Política de privacidade e cookies