PORTAL CASA NOVA - LOGIN
LOGIN PCN

Globo reformula telejornais por mais audiência e publicidade

0

Investimento em jornalismo local faz parte da estratégia de sobrevivência da TV aberta.

Valorizar o jornalismo local é uma tendência adotada por grandes redes de TV nos quatro cantos do planeta. A maioria dos telespectadores demonstra mais interesse no que acontece nas proximidades de sua casa e do trabalho, e naquilo que o afeta diretamente, do que em notícias nacionais e internacionais.

Os telejornais da Globo ganharão nova identidade visual e ampliação de conteúdo a partir de segunda-feira (8). A renovação visa consolidar a boa performance no Ibope.

Bocardi, Tralli e Tramontina: notícias dos bairros atraem cada vez mais público.

Bocardi, Tralli e Tramontina: notícias dos bairros atraem cada vez mais público.

Foto: TV Globo / Divulgação

Ancorado por Rodrigo Bocardi, nome em ascensão no canal e apontado como provável sucessor de William Bonner, o ‘Bom Dia São Paulo’ registra média de 10 pontos desde janeiro.
Frequentemente atrai mais que o triplo de público dos concorrentes diretos, o ‘Balanço Geral Manhã’, da Record, e o ‘Primeiro Impacto’, do SBT.
Na hora do almoço, César Tralli comanda o ‘SPTV 1ª Edição’, agora rebatizado ‘SP1’. O jornalístico está com 13 pontos de média este ano, à frente, em alguns décimos, do ‘Jornal Hoje’ – e sem ser incomodado pelo ‘Balanço Geral SP’ (Record).
Às 19h05, a 2ª Edição (‘SP2’ na nova fase), com Carlos Tramontina, apresenta uma das melhores médias da Globo: 26 pontos. Líder isolado, tem mais audiência do que as novelas das 18h e 19h, e fica somente dois pontos atrás do ‘Jornal Nacional’.

Todos os especialistas em televisão são categóricos: o jornalismo ao vivo, especialmente aquele com a cobertura local e de eventos midiáticos, vai garantir a relevância e a competitividade da TV aberta.
É com noticiário forte em prestação de serviço que as grandes emissoras enfrentarão o avanço dos canais pagos e serviços de streaming como a Netflix e a Amazon Prime Video.
Há outra estratégia na renovação dos telejornais locais da Globo: é na chamada ‘Praça São Paulo’, que cobre a maior região metropolitana do País, que o Ibope e a GfK fazem a principal aferição de audiência para o mercado publicitário.
A partir desses resultados, as agências definem onde investir as verbas milionárias dos grandes anunciantes.
Bons de público, os jornalísticos locais dão contribuição valiosa para o desempenho estatístico da emissora e, assim, colaboram diretamente para aumentar o faturamento.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar Aceito Leia Mais

Política de privacidade e cookies