PORTAL CASA NOVA - LOGIN
LOGIN PCN

Acusado de receber propina, Eduardo Cunha promete romper com o governo

0

Atribuindo ao Palácio do Planalto uma articulação para envolvê-lo na Lava Jato, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que anunciará nesta sexta (17) o seu rompimento com o governo. A decisão ocorre após ele ser acusado pelo lobista Julio Camargo de receber US$ 5 milhões de propina.

É tudo vingança do governo. Parece que o Executivo quer jogar a sua crise no Congresso.;, disse Cunha à Folha.

Após a divulgação da notícia, ele conversou com o vice-presidente e articulador político do governo, Michel Temer (PMDB-SP), e com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Renan disse que o país vive uma crise institucional. Cunha comunicou que iria defender o rompimento com o governo.

Em nota logo depois que a denúncia veio à tona, ele cunha diz estar tranquilo e que delator mente sobre propina de us 5 milhões. Chamou o lobista de mentiroso. “Desminto com veemência as mentiras do delator e o desafio a prová-las”, afirmou.

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar Aceito Leia Mais

Política de privacidade e cookies