Segundo o Blog http://www.carlosbritto.com/, um professor de Biologia do terceiro ano científico do colégio estadual Nossa Senhora Auxiliadora, vinculado ao PT, aplicou uma prova excluindo a questão de número 12. E o “lapso” não teria sido por acaso.

É que o que o número em questão pertence ao candidato adversário do prefeito (a foto acima foi registrada por um aluno, do seu celular).

O aluno acabou postando em seu Facebook a prova, e foi coagido a retirá-lo. Mas o fato chegou a conhecimento do presidente do diretório municipal do Democratas em Uauá, Marco Aurélio que divulgou a notícia à imprensa.

Ele adiantou que encaminhará a denúncia ao Ministério Público, à APLB e à Ouvidoria da Secretaria Estadual de Educação, para que as providências cabíveis sejam tomadas.

Fonte: Blog do Carlos Britto