Objetos usados durante cerimônias religiosas, entre eles uma coroa de ouro com brilhantes, foram roubados da Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, em Cachoeira, cidade localizada no Recôncavo Baiano. De acordo com o delegado André Oliveira Alves, titular da Delegacia de Cachoeira, os itens levados são do século 18. Foram roubados ainda um resplendor de metal, duas nevetas de prata, um caldeirão de água benta, um cálice, uma bacia e um gominho, todos de prata.

O município, a igreja e o material levado são tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Segundo informações do delegado, a ocorrência de arrombamento do cofre foi registrada na unidade policial por um padre da igreja no dia 21 de agosto. “Inicialmente, o padre registrou a ocorrência e disse que nada havia sido roubado. A igreja ficou fechada para reforma por dois anos. No dia 23 de agosto, o padre foi realizar uma cerimônia e sentiu falta dos objetos”, disse.

Alves afirma que após a constatação do roubo por parte da administração da igreja, foi feito o aditamento da ocorrência para incluir as informações novas. Ainda segundo o delegado de Cachoeira, todos os objetos levados pelos suspeitos foram retirados do cofre da igreja, que foi arrombado.

fonte: PolíticaNews