O Ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta terça-feira que as vendas de veículos no mês de julho devem superar os resultados da série histórica. Ele ressaltou ainda que não há previsão para prorrogação da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros, que termina em 31 de agosto.

“Em maio, a indústria vendeu 280 mil veículos, que é um número expressivo do ponto de vista internacional. Mas que representava declínio sobre a perforrmance anterior. Em junho [quando o IPI menor para veículos já valeu para todo o mês], 353 mil veículos foram vendidos. Houve reação forte do mercado aumentando as vendas. Já em julho, ainda não existe número fechado, mas a previsão é que se tenha vendido 360 mil veículos. Se isso ocorrer, e até agora foram vendidos mais de 340 mil veículos, será o melhor julho da série histórica”, disse o ministro.

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) vai divulgar nesta quarta-feira o resultado oficial da venda de veículos no país.