Grêmio venceu o Bahia por 3 a 1 na tarde deste domingo

Sem pontuar, resta ao Tricolor, em 17º, com 12 pontos, amargar a posição dentro da zona do rebaixamento. Já o Grêmio, entrou no G-4, com 27 pontos, e está em quarto. O Bahia volta a jogar em casa na 15ª rodada, e vai receber a Portuguesa em Pituaçu às 20h30 da quarta-feira (8). O Grêmio tem compromisso diante da Ponte Preta, na quinta (9), às 21h no Moisés Lucarelli.

A anulação equivocada de um gol de Fahel, no segundo tempo, mudou o quadro do jogo e causou confusão nos minutos finais.

O jogo – Durante o primeiro tempo da partida no estádio Olímpico, mesmo não sendo muito superior aos visitantes, foi o Grêmio quem criou as melhores chances. A defesa do Bahia se apresentou bem, coseguiu dificultar a entrada na área, mas no ataque o time baiano não conseguiu chegar com profundidade, faltou quem resolvesse a situação na área.

O primeiro susto gremista veio aos 29′. Zé Roberto fez boa jogada, passou pra Marcelo Moreno, que chutou, mas não conseguiu marcar graças ao desvio na zaga do Bahia. Três minutos depois, o árbitro apontou falta de Titi em Kleber, que chegava pra receber cruzamento, e marcou a penalidade. Elano bateu bem, à meia-altura, e abriu a contagem pra os gaúchos.

Segundo tempo começou já movimentado no Olímpico. Os dois times saíram pra o ataque, o Bahia mudou com Lulinha no lugar de Ávine e o jogo ganhou contornos diferentes do primeiro tempo. A saída deu espaço pra o Grêmio e aos cinco minutos Elano quase ampliou e fez o segundo dele, não fosse pela trave que parou a bola depois do cabeceio.

O empate veio aos 18′, quando Fahel apareceu no cruzamento, se livrou da marcação e completou de cabeça pra igualar o placar. Dois minutos depois o volante voltou a marcar. Mandou pra rede depois de pegar o rebote de Grohe, mas o bandeira marcou o impedimento, que não existia. Depois do gol, além de continuar atacando, o Tricolor baiano se organizou e voltava bem pra seu campo na tentativa de segurar os donos da casa e dificultar os ataques gremistas.

Com o Bahia conseguindo imprimir momentos de pressão sobre o Grêmio, o jogo seguiu com as chegadas pelos dois lados, mas nos minutos finais o mandante voltou a ter a vantagem no placar. Depois do escanteio, aos 42′, Souza subiu bem para completar de cabeça. Já nos acréscimos, aos 47′, foi a vez de Marcelo Moreno chegar com categoria e se aproveitar de Lomba adiantado pra fazer de cobertura.

O final do jogo ainda teve o time e o técnico baianos partindo para cima do árbitro Claudio Francisco para protestar pela arbitragem, alegando o erro na marcação do impedimento no gol de Fahel e o toque de mão, que não aconteceu, no gol de Souza.

Grêmio 3 x 1 Bahia – 14ª rodada da Série A
Data: 5/08/2012 (domingo), às 16h
Local: estádio Olímpico, em Porto Alegre
Arbitragem: Claudio Francisco Lima e Silva (SE), auxiliado por Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Ivaney Alves de Lima (SE)

Grêmio: Grohe; Edilson (Léo Gago), Werley, Gilberto Silva e Pará (Tony); Fernando (Marquinhos), Souza, Elano e Zé Roberto; Kleber e Marcelo Moreno. Técnico – Wanderlei Luxemburgo

Bahia: Marcelo Lomba; Diones, Danny Morais, Titi e Ávine (Lulinha); Fahel, Fabinho, Hélder e Mancini; Zé Roberto (Ciro) e Júnior (Magno). Técnico – Caio Júnior