Pelo menos sete pessoas morreram neste domingo quando tiros foram disparados em um templo sikh na cidade de Oak Creek, no Estado americano de Wisconsin. Entre as vítimas, está o suspeito pelo ataque, que foi morto pela polícia.

Autoridades disseram que quatro pessoas foram encontradas mortas dentro do prédio e três – incluindo o suspeito – do lado de fora do templo, frequentado por adeptos do sikhismo, religião criada na Índia que combina hinduísmo e islã.

Ainda não há precisão no número de feridos, mas três pessoas estão em estado grave. Segundo informações da polícia local, o nome do atirador e suas características físicas não devem ser reveladas ainda neste domingo. O caso está sendo tratado como um “ato de terrorismo doméstico” pelas autoridades.

Com AP, BBC e informações da CNN