Em virtude da matéria publicada pela imprensa dos Estados da Bahia e Pernambuco informando sobre a possível citação do nome do senhor Wilson Freire Moreira (Wilson Cota) no processo da Polícia Federal que investiga o caso do contraventor Carlinhos Cachoeira e diante da interpretação precipitada e descabida de parte da oposição que de forma injusta, leviana e irresponsável tenta nos apontar como autores da divulgação dos fatos nos blog’s e jornais da região, venho de público esclarecer o seguinte:

Há mais de trinta anos milito na política do meu querido município de Casa Nova estando hoje no exercício do segundo mandato de prefeito, mandato este outorgado pela população que tão bem conhece minha trajetória de vida e de toda a minha família, pessoas que confiam em nossa luta e acreditam em nosso trabalho. Sou um homem de bem, uma pessoa humilde que sabe respeitar a todos. Meus conterrâneos sabem do meu caráter e da minha postura, sou um homem sério, religioso, sempre primei pelo respeito às pessoas e, sobretudo, as leis de Deus nosso pai celeste que nos conduz pelo caminho do bem.

Portanto, responsável que sou por este município não posso em hipótese alguma concordar com essa pratica pequena e rasteira que tentam emplacar em Casa Nova, aonde pessoas sem o menor escrúpulo, sem nenhum compromisso com nossa história vêm agredindo nossa gente, difamando nossa cidade e maculando as famílias de bem. Não vamos aceitar esse tipo e comportamento que não condiz com o nosso povo.

Repudiamos veementemente a tentativa vil de nos atribuir a responsabilidade pela divulgação de tais informações, aliás, a imprensa do nosso país é livre e todas as informações divulgadas podem ser contestadas, entretanto, não é admissível que no exercício da democracia tentem  maldosamente confundir a opinião pública com acusações infundadas, sem consistência e desvio e foco. Não é do nosso feitio acusar ninguém, não nos valemos dessa prática, não estamos aqui para apontar culpados e sim para trabalhar pelo nosso povo como estamos fazendo com muita responsabilidade.

Por fim, enquanto homem público e que ama esta terra lamento profundamente que a política esteja tomando rumos repugnantes por parte de alguns que não respeitam sequer as pessoas mais velhas como foi o caso das infelizes colocações proferidas contra minha querida mãe, senhora idosa, correta, de conduta ilibada e respeitada em nossa cidade. Ir ao rádio dizer que somos capazes de vender a alma de nossa mãe em troca de dinheiro é no mínimo um ato de insanidade mental e o povo de Casa Nova não aceita esse tipo de comportamento. Respeitem minha família, me respeitem, respeitem minha mãe, respeitem minha linda cidade que não merece esse tratamento.

Se não tem uma justificativa plausível para apresentar a sociedade ante os fatos publicados não acusem aos outros com mentiras, injúrias e sem provas para que não passam pelo vexame de terem que responder na justiça por seus atos levianos.

Estou com a consciência tranqüila, não carrego nenhum peso na memória, pois, sei muito bem o que faço e não vou me deixar levar por difamações orquestradas por quem não tem moral sequer de se justificar perante o povo.

 

Orlando Nunes Xavier

Prefeito de Casa Nova.