A segunda fase do programa habitacional do governo federal, Minha Casa, Minha Vida, contemplará 340 municípios baianos que têm menos de 50 mil habitantes. A meta do programa é construir 14.710 moradias na Bahia, sendo que cada uma destas cidades receberá 40 ou 50 unidades habitacionais.

 Para participarem desta nova etapa, as prefeituras de todo o país mandaram os projetos para justificar o pedido das habitações nas suas cidades.

Segundo informações do Ministério das Cidades, o critério que orientou a escolha dos municípios foi o nível de pobreza. Na Bahia, das 340 cidades contempladas, 99 estão abaixo da linha da pobreza, ou seja 29%. Isso significa que nestes municípios mais de 30% da população tem renda inferior a R$ 70 mensais.

Para atender esta população mais carente, o governo concederá as moradias para famílias com renda mensal inferior a R$ 1,6 mil. Além disso, para a construção das moradias, o governo vai conceder subsídio de R$ 25 mil por unidade construída.

O município de Remanso foi representado pelo Prefeito José Clementino de Carvalho Filho na solenidade que informou o resultado da seleção das cidades que seriam beneficiadas na segunda etapa do programa, e foi informado que Remanso fora contemplado com 50 Unidades Habitacionais com previsão para o início das obras até o Mês de Julho/2012.

 

Informante: PT de Remanso
remansoonline.com