Na reportagem podemos perceber as desigualdades sociais existentes em nosso município.

Com a seca, a falta D´água é motivo de brigas entre moradores que disputam o tão preciso líquido. A água. Na comunidade de Poço da pedra, morador reclama que a água abastecida por carro pipa não chega todos os dias. Às vezes tem que comprar. “Muitas vezes demora 10 dias até 05 dias pra água chegar”. Disse morador.

 

Moradores buscam soluções por conta própria. Seu Leonardo conta que há pelo menos nos últimos 06 meses teve que abrir 03 cacimbas no terreno. Buracos de aproximadamente 05 a 10 metros de profundidade para que os moradores possam tentar encontrar água.

 

Outros moradores fizeram buscaram a mesma alternativa do Sr. Leonardo. Para o consumo humano, a água salobra é a solução encontrada para amenizar a situação.

 

Ha 22 anos atrás foi tomado uma providencia para amenizar os efeitos da seca. A construção da barragem de Poço da Pedra. Hoje, o que se vê é um cenário desolador. O lago artificial que deveria se estender por 10 hm não existe mais. Virou área de pasto. Pasto difícil para os bichos. Como se alimentar de pasto seco?!

 

 

Nas áreas mais próximas do rio tem fartura. As plantações de uva e as vinícolas prosperam.    Graças à irrigação. Segundo a reportagem, no ano passado foram produzidas quase 22 mil toneladas de uva. 100 % da área plantada foi colhida.

 

 

Segundo a Prefeitura 270 localidades onde vivem pelo menos 15 mil pessoas estão sem fornecimento de água.
O governo da Bahia informou que foi  enviado um projeto de construção de uma adutora para   o município de Casa Nova  para o ministério da integração Nacional no início do ano. O ministério informou que fez um novo projeto, mas que agora precisa de verbas do PAC para realizar a Licitação.

 

fonte: Blog Adailton Santana

Com informações da Tv Glob

Video da Noticia http://g1.globo.com/jornal-nacional/videos/t/edicoes/v/mais-de-500-municipios-sofrem-com-seca-no-nordeste/1918506/