Imagem Filadélfia por Cleber VieiraNOTA: Faz os seguintes esclarecimentos, com vistas a dar visibilidade à verdade dos fatos

 Em primeiro lugar, a matéria Soltando o Verbo, traz equívocos e ilações lamentáveis. Nesta foi omitido que o Prefeito João Luiz parcelou e vem pagando ininterruptamente todos os débitos previdenciários no valor de R$ 3.585.242,27 (Três milhões quinhentos e oitenta e cinco mil duzentos e quarenta e dois reais e vinte e sete centavos), em parcelas mensais de pouco mais de R$ 30.000,00 (trinta mil reais), cujo montante exato da parcela não é fixa, uma vez que sofre reajuste através da taxa SELIC. E ao contrário do que diz a matéria não compromete a arrecadação do município, uma vez que garantes futuram aposentadorias dos servidores públicos e possibilita a Prefeitura a obtenção do Certificado de Regularidade Previdenciária (CRP), o que torna possível a efetivação de projetos, convênios, parcerias.

 

 Em segundo lugar, igualmente não procede a declaração de que o município ficou fora do Programa Minha Casa Minha Vida. Mais uma vez este blog contraria a verdade. No bairro Jacaré já forma edificadas doze casas de um total de trinta do supracitado programa, as restantes aguardam o envio de recursos  para serem concluídas.

 

 Esclarecemos que opostamente ao propalado aqui neste espaço, Filadélfia tem protocolado, no Ministério das Cidades projeto para construção de mais 50 (cinqüenta) casas através do Programa Minha Casa Minha Vida II – sub50.

 

 Em terceiro lugar, dá a entender que o Concurso Público a ser realizado em Filadélfia seria eleitoreiro.

 

O atual Prefeito João Luiz, por força da Lei não pode concorrer seguidamente a um terceiro mandato. Fica claro, pois, que não existe na realização do mesmo o pretenso cunho eleitoreiro.

 

 Cantídio Maia Neto

 

 Secretário de administração

 

 ESCLARECEMOS: As denuncias feitas neste blog, não foram precipitadas e não tão pouco levianas, uma vez que a informação sobre minha casa minha vida e caixa previdenciária foram feitas pelo Médico que trabalha no Município Dr. Joede Sileone, o direito de resposta foi dado no final da matéria sendo somente depois de quase 30 dias vem à resposta, e que na primeira publicação foi feita uma pergunta se o parcelamento, não comprometeria a receita do Município, em relação ao concurso, recebemos a denuncia sim de um morador de Filadélfia e a matéria começa com uma pergunta:

 

FILADELFIA: Concurso eleitoreiro?E se o prefeito não pode ser reeleito não significa que esses fins não sirvam para beneficiar o candidato sucessor como ocorre no Brasil a fora sendo de conhecimento de todo Brasileiro.

 

Não compreendemos o porquê de tanta irritação para responder simples perguntas que todo gestor publico deve esta apto a esclarecer.

fonte: Blog do Cléber Vieira