O giro financeiro deste pregão foi de 7,67 bilhões de reais
São Paulo – A bolsa brasileira registrou alta pelo segundo dia seguido nesta quinta-feira, reduzindo as perdas da semana, influenciada pelo otimismo com a perspectiva de adesão de credores privados na troca de títulos da dívida da Grécia e também pela redução da taxa básica de juros brasileira na véspera.

O Ibovespa subiu 1,35 por cento, a 66.908 pontos. Na semana, o índice ainda acumula queda de 1,29 por cento. O giro financeiro deste pregão foi de 7,67 bilhões de reais.

Em Nova York, o índice Dow Jones subiu 0,55 por cento, enquanto o Standard & Poor’s 500 teve alta de 0,98 por cento.

“O mercado subiu por causa do corte de juros. O Copom acelerou o corte e há a perspectiva de que sejam feitos mais cortes de 0,75 ponto”, afirmou o analista José Góes, da Stock Asset.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduziu a taxa básica de juro Selic em 0,75 ponto percentual, para 9,75 por cento ao ano. Com esse corte, o quinto seguido, a autoridade monetária fez o juro básico do país voltar a um dígito.

“As ações de empresas focadas na economia interna subiram por causa disso”, ressaltou Góes.