O município de Casa Nova, na região Norte do estado, possui um plantel de 290 mil caprinos e 110 mil ovinos. No total são 400 mil cabeças, número considerado relevante para a economia local, que impulsiona a realização na cidade, do curso teórico e prático sobre ‘Manejo Alimentar, Sanitário e Reprodutivo’. O evento será coordenado pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), órgão vinculado à Secretaria da Agricultura do Estado (Seagri) e começa nesta terça-feira (20), seguindo até a próxima quinta-feira (22), no auditório da 25ª Companhia da Polícia Militar, com a participação de aproximadamente 30 criadores, todos advindos da agricultora familiar.

De acordo com o chefe do Centro de Treinamento de Caprinos da EBDA (Centrecapri) e responsável pelo treinamento, Fernando Moura, o curso demonstrará, que melhorando o manejo alimentar e sanitário dos animais é viável aumentar as produções de carne, leite e couro em Casa Nova. Os resultados exitosos de ações realizadas em outras regiões também servirão de exemplo e de material didático.

Um dos objetivos do curso é incentivar os agricultores a se tornarem orientadores e multiplicadores de informações em suas comunidades. Durante o evento serão apresentadas técnicas de manejo e demonstração de vacinação nos animais.

Os técnicos também intensificarão a importância da utilização da palma forrageira como alimento estratégico para caprinos e ovinos, que são alternativas agroecológicas pautadas na preservação do bioma caatinga. Haverá ainda orientação sobre escrituração zootécnica e de propriedade, linhas de créditos, políticas públicas e a viabilidade de melhoramento genético, através da técnica de inseminação artificial.
fonte: blog do Ze Carlos