O evento já tradicional há 24 anos, festa do interior foi um sucesso de público neste ano, superando as expectativas. Aproximadamente mais de 40 mil pessoas lotaram o pátio de eventos durante os 04 dias de festa. Apresentaram-se grandes atrações de renome nacional, a exemplo da Cantora Roberta Miranda, no sábado. Dia e horário marcado por confusão e descontentamento por parte da cantora, da equipe de trabalho, e, público em geral que vaiaram várias vezes não a cantora, e sim a demora em começar o show que estava previsto para as 00h30min min. Começou com mais de 40 minutos de atraso. Motivo. Problemas na sonorização de (Roberto Som). Isso mesmo. Roberto Som. Foi uma confusão só. Briga de técnico competente da Roberta, insatisfeito com o mau atendimento do responsável pela mesa de som Dário. O “Dário Gravações”. O problema persistiu e a cantora não subiu ao palco até que o problema fosse  solucionado por parte da equipe de operadores do sistema de som, que não conseguia se entender nem com os próprios  companheiros. O Prefeito foi chamado, na tentativa de tentar agilizar o atendimento a musa da  música  sertaneja que, ansiosa aguardava o momento de retribui aos fãs o carinho que alie recebia. Com pouca melhora no sistema de som com várias falhas no decorrer de todo o show, a cantora brilhantemente se apresentou, como ela mesma frisou bem, em respeito ao público. O principal motivo maior de fazer com que uma artista de renome Mundial, pois já se apresentou fora do país, estar em Casa Nova, e atender as expectativas do público de ver e ouvir-la. Em todo o seu tempo de Show, a cantora não podia deixar de se queixar do som, da iluminação, de todo o trabalho que dependia de Roberto Som.  Mas nada que viesse abalar o brilho da estrela e o minucioso trabalho da equipe organizadora do evento, em especial a primeira dama Nicinha, que neste ano teve muito trabalho a fazer.  Lamenta o público, não ter tido a oportunidade de pegar um autógrafo, pois assim que terminou o evento saiu às pressas e se deslocou em seu carro para o hotel. Provavelmente com a garganta entalada em ter agüentado em seu tempo de contrato pra tocar, um som tão ruim, e pessoas sem credibilidade sem generalizar, alguns funcionários de Roberto Som.  Com tamanho constrangimento, o que se espera no mínimo, é que no próximo ano, o prefeito não traga pra nossa Cidade mais uma vez, o sistema de som de Roberto. Ninguém merece.